Como vai a sua saúde mental?

Atualizado: 15 de Set de 2020

Por vários anos os nossos antepassados subestimaram o poder da mente e a importância da saúde mental. Com o passar do tempo, torna-se cada vez mais visível que esta, assim como um corpo saudável, deve ser tida em consideração e que é tão ou mais importante que ter um físico saudável.



O psicológico possui uma força enorme por existir pouca educação nesse sentido, fazendo com que os problemas e as doenças mentais, que podem ser evitados ou facilmente tratados, se tornem em tabus, se desenvolvam e cheguem a estágios muito avançados e, consequentemente, a quadros irreversíveis.


2020 tem sido o ano de adaptações, de reflexões, de perdas e acredito que de ganhos também. Com tanta turbulência a acontecer, será que existe ainda alguém que não sinta a necessidade de cuidar mais atentamente da sua saúde mental? Será que as famílias, os indivíduos, os governos, entre outros, acreditam ainda que se pode superar esta e muitas outras batalhas que estão por vir apenas com o físico? Entre as várias preocupações pessoais, acrescenta-se o isolamento vivido este ano, o medo da doença ou de perder quem se ama, a solidão, a incerteza do que virá a seguir ao COVID-19 ou do tempo que levará até que retomemos a normalidade.


A verdade é que os profissionais da saúde mental (psicólogos, por exemplo), são cruciais na fase em que nos encontramos, pois estes auxiliam-nos na adopção de comportamentos preventivos e protectores da saúde mental e física face à situação de crise provocada pelo surto infeccioso por COVID-19 ou por qualquer outra em que nos encontremos actualmente. O apoio psicológico ajuda-nos a lidar não só com o nosso leque de emoções perturbadoras como também nos guia a adquirirmos resiliência que, de acordo com a definição de Boris Cyrulnik, “uma pérola é o resultado da reacção da ostra à agressão de um grão de areia”. Tal como a ostra tem a capacidade de transformar um áspero grão de areia em algo valioso, também o ser humano, perante um acontecimento marcante e sofrido, poderá descobrir capacidades que até então desconhecia e poderá revelar uma enorme força perante situações que, à partida, só poderiam conduzir à fraqueza.


Presencialmente ou à distância, a intervenção psicológica é criteriosamente baseada na evidência científica e no cumprimento do Código Deontológico dos Psicólogos. Durante este ano, tem havido diversas oportunidades de aquisição destes serviços (preciosos) a custos baixos ou até mesmo com zero custos.

Em nome do Clube, deixo-lhe aqui o apelo para que tome atenção e cuide da sua saúde mental. Não deixe de nos contactar em casos em que sinta a falta de um ombro amigo, divida as suas dores e felicidades connosco. Na nossa rede temos mulheres na área da saúde mental que certamente poderão ser úteis para todas nós, como a Ana Karina Victor (@anakarina.victor | analarina.victor@gmail.com) e a Dra Tchela Silva (@tornarsereno | silvaptchela@gmail.com).


Também isto passará.

Vai ficar tudo bem.

À distância também se ama.


Um abraço virtual,

Clube das Empresárias


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo